Prefeitura de São Sebastião solicita a munícipes que intensifiquem medidas de combate à dengue no verão

20/12/2021

Com a proximidade do período de verão, que se inicia em 21 de dezembro e vai até 20 de março de 2022, a Prefeitura de São Sebastião solicita aos munícipes que reforcem os cuidados com suas residências, evitando a incidência de água parada, potencial criadouro do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya. As temperaturas elevadas do período somadas à maior incidência de pancadas de chuvas formam o ambiente propício para a reprodução do mosquito.

A Avaliação de Densidade Larvária (ADL) realizada durante o mês de novembro apontou que o Índice de Infestação Predial (I. I. P.) de São Sebastião no período foi de 2,3%. De acordo com o Ministério da Saúde, a classificação coloca o município em estado de alerta em relação à infestação do mosquito Aedes aegypti.

A aferição foi feita pelos agentes de Combate a Endemias, vinculados à Secretaria de Saúde (SESAU), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde. Entre 1.º e 25 de novembro, foram visitados 2.304 imóveis, em 487 quadras, de cinco áreas previamente definidas.

Apenas uma das áreas, a composta pelos bairros Jaraguá, Canto do Mar, Enseada, Cigarras, São Francisco, Morro do Abrigo, Portal da Olaria, Arrastão, Reserva du Moulin e Pontal da Cruz, apresentou classificação de risco para o Aedes aegypti. O índice das demais as classifica como estado de alerta.

Dentro da área com maior infestação, o pior resultado foi o apresentado pelo bairro Jaraguá. Por causa disso, o Controle de Endemias intensificou as ações de combate ao criadouro do mosquito Aedes aegypti no local. Desde a divulgação do resultado da ADL até sexta-feira (17), foram vistoriadas mais de 100 quadras no bairro.

O Departamento de Vigilância em Saúde reforça que os moradores precisam se conscientizar e fazer a sua parte, realizando vistoria semanal em seus quintais, guardando ou eliminando objetos que possam acumular água, principalmente após as chuvas, pois os principais criadouros foram encontrados nos quintais das casas.

Entre os objetos encontrados com acúmulo de água estão pote de plástico, pneu, vaso de planta, lona, balde, bromélia, sucata e bebedouro animal, bem como em caixas d’água abertas e sem telagem, ralos externos e calhas sujas.

É importante ressaltar que o uso contínuo de repelentes é uma das principais armas individuais de combate à doença.

Seguem alguns cuidados que devemos tomar para evitar a proliferação do Aedes aegypti:

• Evite o acúmulo de água;

• Mantenha garrafas vazias ou baldes virados para baixo;

• Não deixe entulho no quintal ou nas ruas;

• Mantenha a lata de lixo devidamente tampada e guarde pneus em locais cobertos, longe da chuva;

• Cubra as caixas d’água, poços ou piscinas e mantenha as calhas de água limpas;

• Mantenha tampados tonéis e barris de água;

• Lave semanalmente com escova e sabão os tanques utilizados para armazenar água;

• Coloque terra ou areia nos pratos dos vasos de planta até a borda;

• Coloque no lixo todo objeto não utilizado que possa acumular água;

• Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada;

• Não deixe água acumulada sobre a laje.

+23
°
C
H: +23°
L: +20°
Ilhabela
Quinta-Feira, 22 Abril
Ver Previsão de 7 Dias
SexSábDomSegTerQua
+24°+24°+24°+23°+24°+23°
+19°+18°+19°+20°+20°+21°

Deixe um comentário

Ilhabela
20/05/2022
Voltado às famílias caiçaras de baixa renda, a Prefeitura de Ilhabela ...
Ilhabela
20/05/2022
A Prefeitura de Ilhabela torna público o edital 075/2022, de Chamamento ...
Ilhabela
20/05/2022
A Prefeitura de Ilhabela nesta sexta-feira (20), informa que as equipes da ...