Prefeitura de São Sebastião intensifica fiscalização de transporte público e restringe circulação de ônibus irregulares

13/05/2021

Apenas em 2021, Ecobus foi autuada 167 vezes por descumprimentos a decretos municipais

Nesta quarta-feira (12), a Guarda Civil Municipal (GCM) de São Sebastião, autuou mais dois ônibus do transporte público da empresa Ecobus por descumprimento ao Decreto Municipal nº 7791/2020, que determina protocolos sanitários em veículos coletivos para a prevenção do coronavírus. Também foi realizada a condução à garagem da empresa de um ônibus que estava em mau estado de conservação (pneu careca), desrespeitando o Código de Trânsito Brasileiro e comprometendo a segurança dos passageiros.

A fiscalização do transporte público realizado pela GCM foi ampliada devido ao aumento das reclamações dos munícipes em relação às condições dos ônibus e à falta de observância aos protocolos sanitários necessários para conter a expansão da pandemia no município.

Apenas em 2021, a GCM já atuou em 76 operações de fiscalização do transporte coletivo, com 241 ônibus vistoriados; 167 multas e/ou notificações aplicadas à Ecobus por descumprir decretos municipais; 05 veículos escoltados à garagem da empresa por má conservação ou condições de rodagem.

A GCM permanecerá com as fiscalizações e agindo de forma a restringir veículos que venham a comprometer a segurança dos usuários do transporte público coletivo.

Caso queira realizar uma denúncia, entre em contato com a GCM pelo telefone de emergência 153, disponível 24h, para atendimentos dentro do município.

Leia mais em Ilhabelaweb.com.br

Deixe uma resposta

+23
°
C
H: +23°
L: +20°
Ilhabela
Quinta-Feira, 22 Abril
Ver Previsão de 7 Dias
SexSábDomSegTerQua
+24°+24°+24°+23°+24°+23°
+19°+18°+19°+20°+20°+21°
Ilhabela
21/06/2021
A Prefeitura de Ilhabela informa que nesta terça-feira (22/6), a partir das ...
Últimas Notícias
21/06/2021
Paralisação será por tempo indeterminado; ‘Política da Petrobras está em ...
Últimas Notícias
21/06/2021
A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu, nesta ...